Nicki MInaj fala sobre empoderamento feminino, machismo no universo hip-hop, negritude, violência e Beyoncé.


Nicki Minaj foi capa da revista "Marie Claire" e falou sobre os mais diversos assuntos empoderamento feminino, machismo no universo hip-hop, negritude, violência e Beyoncé. Ela diz que não precisa ler um livro sobre negócios para aprender a trabalhar entre os rappers homens. Ela consegue prestar atenção no desempenho dos outros e seguir os passos.

“Hoje em dia, eu sinto que [jovens mulheres] planejam se casar pelo dinheiro – acho que é uma grande tendência atualmente. Eu não quero que isso seja o objetivo de uma mulher na vida. Eu quero que seu objetivo na vida seja se tornar uma empreendedora, uma mulher rica, uma mulher com foco na carreira. Você tem que ser capaz de saber que você não precisa de um homem neste planeta, ponto final, e ele deve saber disso, porque quando um homem sente que você precisa dele, ele age de forma diferente.”

CugGbeSWcAAXXC1

Ela diz que não precisa ler um livro sobre negócios para aprender a trabalhar entre os rappers homens. Ela consegue prestar atenção no desempenho dos outros e seguir os passos. 

"Eu fiz isso minha vida toda, com relação ao Jay Z. Ele fez um ótimo trabalho sendo um cara autentico das ruas e um empresário. Eu pensava: ‘por que não há nenhuma mulher fazendo isso, aproveitando o sucesso do rap para construir um império?’ Eu sentia que tudo que ele podia fazer, eu podia também”, explica. Mas não é só Jay Z que ela admira, claro. “Toda vez que faço algo junta com Beyoncé, vejo como as mulheres se inspiram, e não tem nada a ver com nossa aparência. Tem a ver com quem somos, e sobre dizer para outras mulheres que elas deveriam ser as donas de suas carreiras e cérebros por trás de suas vidas, suas decisões e sua arte. Amo esse sentimento”.

gallery-1476195218-mcx110116toc-001wm


Na entrevista, Nicki também falou sobre os problemas enfrentados por negros na sociedade. Ela tratou da violência policial contra afro-americanos, e ressaltou que é exigida uma força ainda maior das mulheres negras. “Temos a tendência de não lembrar das mulheres negras lamentando a morte desses homens e pensando ‘meu Deus, o que vou dizer para meu filho agora sobre onde está seu pai?’. É a luta dessas mulheres para seguir em frente após perder o marido ou o namorado. As mulheres fortes nessas cidades do interior muitas vezes passam despercebidas. Ninguém dá uma mão a elas”, observa.

Nicki Minaj também fala sobre Beyoncé:
“Toda vez que faço algo com Bey, vejo como as mulheres são inspiradas, e isso não tem nada a ver com a nossa aparência. Tem a ver com quem somos e como passamos isso, e é sobre dizer a outras mulheres que você deve ser a dona de sua própria carreira e os cérebros por trás de suas vidas, suas decisões e sua arte. Eu simplesmente amo esse sentimento.”


Compartilhar no facebook twitter Google tumblr pinterest

Entradas similares

No se permiten nuevos comentarios